Um Passeio no Mundo Livre

por Marcelo Campos, aluno do CBM 01 de 2009.

Chico Science em uma de suas músicas já dizia: “Eu só quero andar, andar pelo Brasil, ou em qualquer cidade / andando pelo mundo, por todas as cidades / andar com meus amigos, sem ser incomodado / andar com o mundo livre, de eletricidade…”

Célebre música, lembrada e assinada no Cume das Agulhas Negras, em homenagem não só ao grande Chico, mas obviamente ao nosso Mundo Livre!

O caminho para o cume traz claramente os dizeres desta música a tona, iphone 5s reconditionné seja pela exuberante natureza que te cerca, seja pelo clima de descontração que faz você se sentir andando pelo mundo com os mais antigos amigos, tal afinidade que foi criada por todos.

Em meio as rochas úmidas e geladas, passagens espremidas e escorregadias, lá estava uma turma literalmente rastejando por pedras e abismos pedindo licença para a montanha e tratando de superar seus limites e medos pessoais em busca do tal Pico das Agulhas Negras.

Chegado lá, cume a vista, livro esperando a assinatura mas antes, uma nova admirada no Mundo Livre que nos cerca e uma retomada de fôlego para mais uma dose de desafio: a escalada até cume!

Sim, este passeio pelo Mundo livre não poderia ser assim tão simples! Equipo preparado, mente concentrada, e um por um, todos os privilegiados tiveram o prazer de chegar ao cume de uma das mais incríveis montanhas do Brasil!

Nitidamente, todos em euforia e em plena satisfação por estar num lugar tão belo e desafiador.

Sábias palavras dizem que quando se retorna ao ponto de partida, está concluído seu objetivo. Pois bem, caminho de volta para o acampamento, nova rota, novos desafios mas apesar da noite estelar tomando conta de uma intensa caminhada, todos chegam bem para a tão esperada recarregada na energia.

Antes do sono, uma seleta caminhada até o Pedra do Camelo, nova admirada no céu estelar. Vinho consumido e caminho de volta para o tal descanso, pois no dia seguinte: Prateleiras e o famoso rappel!!

Alvorada e uma rápida preparação para mais um Passeio no Mundo Livre.

Nova rota, novas rochas e novos desafios. Em pouco tempo, todos novamente próximos ao céu e sobre a tal das Prateleiras.

Segurança sendo preparada… ansiedade, tensão, curiosidade e a boa dose de medo injetada em todos, mas um a um, começa uma descida sensacional com um visual de renovar o fôlego e esquecer todos os sentimentos que encanavam a maioria!!

Uma descida suave, com um sentimento de prazer, euforia e admiração ao tal do Mundo Livre que nos cerca.

Um por um, pés no chão, sorriso aberto e mente nas nuvens!! Todos caminhando como se estivessem ainda flutuando num rappel sem precedentes e com a alma renovada.

Caminho de volta, novamente pés nos chão, mas por muito tempo, todas aquelas mentes ficarão nas nuvens…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright | Clube Alpino Paulista

Acima ↑